Página inicial   |   Consultores de campo   |   Fale conosco

 
 

 
 
 

A CRV LAGOA

 

CORTE

 

LEITE

 

PROGRAMAS

 

CURSOS

 

NOTÍCIAS

 
 
 

CP CRV LAGOA

 

EMBRYO

 

GESTOR LEITE

 

INSEMINA FÁCIL

 

INSIRE

 

PAINT

 

PRALEITE

 

SIREMATCH

 
 
»  Apresentação
 
»  Parceiros
 
»  Sumário PAINT Consolidado 2013
 
»  Agenda de eventos
 
»  Sumário de Matrizes
 
»  Área restrita
 
»  Touros jovens
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Programas » PAINT

 
 
 
 

 
 MATERIAIS DE DIVULGAÇÃO
 

Folder - 6 MB
 
 APRESENTAÇÃO
 


A pecuária torna-se cada vez mais dinâmica, a informação cada vez mais dinâmica, a informação cada vez mais valiosa e indispensável para uma gestão eficiente do sistema, onde fatores de determinação genética ligados à produção e reprodução interferem diretamente nos resultados. Portanto, o melhoramento genético de animais de exploração econômica constitui-se no insumo inteligente da pecuária moderna.

O empreendimento rural assume um perfil altamente profissional, que busca retornos econômicos para que consiga garantir sua presença no mercado cada vez mais competitivo, ou seja, a sustentabilidade financeira da operação.

Mediante este cenário, há mais de 18 anos, o PAINT disponibiliza serviços e ferramentas para controle e direcionamento de todos os fatores genéticos do sistema de produção, tornando-os mais eficientes.




O fenótipo do animal, ou seja, aquilo que usualmente se coleta como informação, é uma somatória de efeitos genéticos, ambientais e também de uma interação entre eles. Portanto, decisões pautadas exclusivamente em informações fenotípicas são fortemente influenciadas pelo ambiente de criação, sendo mais sujeitas ao erro.

A avaliação genética tem por objetivo minimizar o efeito ambiental sobre as informações e estimar o que existe de efeito genético no resultado obtido. Esse efeito é apresentado na forma de DEP (Diferença Esperada da Progênie), um conceito estatístico que representa a capacidade de transmissão do valor genético do animal para uma determinada característica, ou em outras palavras, corresponde ao efeito aditivo médio dos genes de um animal que são transmitidos para os seus filhos.

O programa PAINT disponibiliza avaliações genéticas completas relacionadas à produção e reprodução de todo o rebanho. A partir das avaliações o criador tem em mãos ferramentas de seleção para conduzir de forma técnica e precisa o seu processo de escolha, orientado pela ponderação de características de relevância econômica.

Todas as informações são sistematicamente coletadas, safra após safra (ano após ano), intra e entre rebanhos, organizadas e acumuladas em de um banco de dados central.

Esta enorme massa crítica de informações possibilita uma predição acurada do valor genético dos animais avaliados e de posse de tais informações o criador pode tomar decisões com muito mais propriedade.




Para avaliarmos a oportunidade de seleção de uma característica é necessário que haja diversidade, ou melhor, variabilidade entre os indivíduos para a referida característica. Desta maneira há espaço para evoluirmos a média da população a partir do uso dos animais superiores.

Observando a média da produção para a característica de ganho de peso no pós-desmama (GPD), por exemplo, das fêmeas colocadas ente as 10% superiores (deca 1) e as 10% inferiores (deca 10) do programa, é comprovado um diferencial produtivo de 32%.



Portanto, rebanhos que se dedicam ao trabalho de seleção, conseguem um aumento (incremento) contínuo nas características de eficiência, qualidade de carcaça e reprodução, como precocidade sexual.




Depois da coleta criteriosa de dados na fazenda, e da determinação do valor genético dos animais (DEPs), os resultados são apresentados na forma de índice de seleção, que consiste em uma síntese do potencial de cada indivíduo. E porque utilizar um índice para seleção animal?

É consenso na comunidade científica que o processo de seleção deve ser orientado por um índice e não só por uma característica. O índice de seleção é a maneira mais prudente de ranquearmos os animais, utilizando as características escolhidas como critério de seleção de uma forma ponderada, levando em consideração suas correlações e níveis de relevância econômica.

No PAINT o índice de seleção (IPAINT) é linear, quadrático e harmônico, uma vez que busca por animais intensivamente positivos e equilibrados para todas as características consideradas (características de carcaça, eficiência, funcionalidade e reprodução). Todos os animais (matrizes, touros ou produtos) utilizam esta ferramenta para ordenação, tornando simples e fácil o processo de seleção.




Através de uma ferramenta para direcionamento dos acasalamentos, podemos controlar a intensidade de uso de cada touro na propriedade, maximizar ganhos genéticos e garantir uma produção harmônica e uniforme nas próximas gerações.

O Progressor, o programa de acasalamento do PAINT, aplica restrições no processo de indicação de reprodutores com as principais finalidades:

• Controlar o nível de consanguinidade na população;
• Maximizar o índice PAINT da próxima geração;
• Buscar maior equilíbrio na produção, por meio de restrições e ferramentas específicas;
• Simular acasalamentos e facilitar a escolha de diferentes fontes genéticas.




O PAINT identifica machos e fêmeas superiores para as características produtivas avaliadas no programa.

Estatisticamente estes animais apresentam potencial genético melhorador e são certificados quanto a sua superioridade genética e origem de produção.

No mercado são valorizados em virtude do seu grande diferencial produtivo.








No mercado as empresas utilizam a ferramenta de Benchmarking para definir ações estratégicas para o seu negócio, e essa ferramenta visa identificar os seus pontos de eficiência ou melhoria em comparação com outras companhias atuantes. O PAINT produz e disponibiliza aos seus parceiros uma análise detalhada por característica avaliada através de relatórios comparativos do histórico do rebanho em relação ao histórico do programa (média de todos os rebanhos). Assim o produtor pode visualizar de forma simples e direta seu posicionamento em relação aos demais rebanhos participantes, ou seja, um Benchmarking. Nele é possível analisar as informações de uma forma pontual, calibrando/aperfeiçoando o direcionamento do processo de seleção.

Exemplo de gráfico de valor genético médio dos produtos avaliados no programa, safra a safra (ano a ano). A linha azul representa as médias dos produtos da fazenda e a linha vermelha representa essas médias para todos os animais avaliados no programa. Como resultado, a fazenda pode analisar seu posicionamento mediante ao programa e, assim, direcionar sua seleção.




Diferentemente da heterose, ganhos aditivos proporcionam resultados cumulativos nas gerações subsequentes através do uso sucessivo de animais superiores e a restrição do uso dos animais inferiores, ou seja, de baixo potencial produtivo.

Desta forma, é possível obter ganhos genéticos contínuos para as características selecionadas e, ao longo das gerações, promover a evolução genética do rebanho como um todo.

Assim, podemos descrever:



Só com o processo de seleção em um momento decorrente, podemos melhorar os valores médios analisados em um conjunto de dados.

A partir do descarte das vacas inferiores no programa podemos melhorar as médias de produção em 3% na característica de ganho de peso no pós-desmama, ou então 5% na característica de precocidade ao sobreano, por exemplo.

Como resultado do trabalho de seleção no programa obtemos o aumento de aproximadamente 1 ponto de índice PAINT a cada 2 anos de seleção.




• Metodologia pode ser aplicada para todas as raças de corte;

• Disponibiliza software e todo o suporte para controle das informações coletadas;

1. Equipe PAINT visita a fazenda e classifica as matrizes com padrão para participar do programa;

2. Realiza acasalamentos fenotípicos a partir da classificação de matrizes;

3. Avalia os produtos na desmama e no sobreano para as características de peso e carcaça;

4. Disponibiliza relatórios de avaliação genética ao longo do ano para as duas fases de avaliação genética;

• Auxilia as fazendas nas seleções dos animais através de relatórios descritivos e analíticos;

5. Certifica os 20% melhores machos e fêmeas;

6. Realiza acasalamentos com base nas informações genéticas;

7. Realiza anualmente o teste de progênie;

• Oferece todo o suporte técnico para total aproveitamento das informações disponibilizadas e para garantir a evolução genética do rebanho;

• Realiza anualmente reuniões com todas as fazendas participantes para a atualização e introdução de novas tecnologias a favor do melhoramento genético;

• Capacita a equipe da propriedade para que os envolvidos sejam aptos a realizar e controlar as informações coletadas.







Arquivos disponíveis

» Apresentação do PAINT em português (PDF)

» Termo de adesão do PAINT, com todos os termos de participação, custos totais e outros detalhes (PDF)
 
 ENTRE EM CONTATO
 
O preenchimento de todos os campos é obrigatório
 
NOME E-MAIL
FAZENDA TELEFONE ()
CIDADE ESTADO
COMENTÁRIOS
CÓD. DE SEGURANÇA  CÓDIGO DE SEGURANÇA 1414
 
 
 
 
 
A CRV LAGOA
 
Histórico
CRV
Localização
Nossa equipe
Consultores de campo
Consultores internacionais
Vitrine CRV Lagoa
O Dono do Touro
 
CORTE
 
Corte Taurinos
Corte Zebu
Bubalinos
Sêmen Sexado
Materiais de IA
Rastreabilidade
 
LEITE
 
Leite Europeu
Leite Zebu
Sintéticas
Bubalinos
Sêmen Sexado
Materiais de IA
Rastreabilidade
 
PROGRAMAS
 
CP CRV Lagoa
CRV Lagoa Embryo
Gestor Leite
InSire
PAINT
Insemina Fácil
Praleite
SireMatch
 
CURSOS
 
Cursos presenciais
Centro do Saber
Envie sua foto
 
NOTÍCIAS
 
Notícias
Eventos
Vídeos
Revista
Publicidade
Papel de parede
 
FALE CONOSCO
 
Contato
Você pergunta, a
CRV Lagoa responde
Trabalhe conosco
Seja nosso fornecedor
Vagas em aberto
 
Página inicial | Versão em inglês | Versão em espanhol | Webmail | Intranet | O Dono do Touro | Suporte TI | SmartOrder